(31)2535 1554 | secretaria@cimbh.com.br

O fracasso faz parte da criação

R. Leonardo Alanati

Esta semana marca um novo início. Estamos reiniciando a leitura da Torá. De volta à Bereishit, ao trecho da Torá que descreve a criação do universo.

Assim começa a Torá: “Bereishit Bara Elohim...” A tradução mais comum é: “No princípio Deus criou...” Porém existe uma interessante tradução de um rabino chassídico: Deus criou o princípio. Deus criou a possibilidade de novos começos.

Rabi Iehuda ben Shimon costumava interpretar: Não está escrito (na Torá): “Foi noite”, mas ao invés: “E foi noite”. Disto podemos concluir que havia um sistema de (contagem) de tempo antes disto (da criação). Rabi Abahu disse: Isto nos ensina que Deus criou outros mundos e os destruiu atéchegar à criação deste. (Gen. R. 3:7).

Porém, isso gera uma dificuldade teológica: Deus errou!? Será que Deus precisava praticar bastanteaté acertar?!

O Rabino Joseph B. Soloveitchik comentou: Deus poderia acertar de primeira, porém o Eterno preferiu experimentar, errando de propósito, para nos ensinar que não devemos temer o experimento, o fracasso originado nas tentativas, pois sempre existe a possibilidade de iniciar mais uma vez. Deus nos abençoou com o poder de começar novamente. Deus não exigiu de Si Mesmo, e não exige de nós, acertar de primeira!

Eu rezo para que possamos aceitar fracassos naturalmente como parte de nosso processo de aperfeiçoamento.